Seguidores

"Onde estejas e por onde passes, sempre que possível, deixa algum sinal de paz e luz para aqueles irmãos que estão vindo na retaguarda, a fim de que não se percam do rumo certo." - Emmanuel

terça-feira, 22 de outubro de 2019

MENSAGENS E CANALIZAÇÕES - MIKE QUINSEY - (ATUALIZAÇÃO)


LEI DO UM (LAW OF ONE)

Práticas da Lei do UM: (Law of One Practices)

1. PRÁTICA UM: CONSCIÊNCIA DA UNIDADE - A Lei do Um é a compreensão de que todas as coisas são feitas de energia inteligente e de que são parte do Todo-Um. A Lei do Um é uma Ciência Sagrada da mecânica da consciência, e são as Leis Naturais que governam a nossa Criação Universal. Todo-Um odo o Um é o reconhecimento que a Verdade Eterna é Amor Eterno, e Amor Eterno é a consciência orgânica do Criador Infinito, ou Deus.

A consciência do Amor Eterno embodied (auto-realizar no corpo) numa forma, é a Inteligência da Unidade, e simultaneamente reconhecida como a Luz Interna do Christos. A consciência da Unidade é una com Deus, e a consciência da Unidade acende a Luz Interna do Christos. A Luz Interna do Christos, quando é realizada numa forma, é o embodiement de um Humano Divino Eterno. A prática da Consciência da Unidade e do UM está refletindo diretamente a imagem do amor de Deus e está eternamente protegida. Seja Um com o Todo, como o Um é o Todo com Deus.

2. PRÁTICA DOIS: AME A SI MESMO - Aplique a prática da Unidade com o Todo-Um como uma extensão ao amar, honrar e respeitar a você mesmo. Reconheça a preciosa força da vida que existe dentro de você sustentando reverência e respeito por você de todas as maneiras. Amar a você mesmo é a ação da auto-soberania, a qual é o estado natural do embodiment do Amor Eterno de Deus. Como uma manifestação do espírito eterno de Deus do Amor, você tem a habilidade de escolher a criar liberdade pessoal sem prejudicar os outros. Tenha a coragem de remover os obstáculos da dor e do medo para que você seja o Amor embodied, já que o espírito de Deus é sempre encontrado dentro de você.

3. PRÁTICA TRÊS: AME AOS OUTROS - Á medida que aprender a amar a si mesmo, ame aos outros. Reconheça a preciosa força da vida nos outros sustentando amor, reverência e respeito pelos outros. Amar aos outros como você ama a você mesma é o estado natural da Auto-Soberania ao dar aos outros e às suas vidas a mesma reverência que você dá à sua. Ao praticar amor por si mesmo e amor aos outros, não há questões sobre aprovação, valor ou estima, pois todos são amados igualmente.

4. PRÁTICA QUATRO: AME A TERRA E A NATUREZA - Ame a terra e todas as suas criações, os reinos da natureza, as plantas, os animais e os minerais, os quais são todos vivos, seres de energia conscientes e inteligentes. Reconheça a preciosa força da vida presente em todas as criações de Deus, sustentando reverência e respeito pela natureza. Ao fazer isso, se restaura o equilíbrio e a harmonia na natureza, e a energia inteligente de todas as criações da Terra irão responder e cooperar com a humanidade. Ao viver em desacordo com a natureza, os humanos criam muitos eventos que ficam “à mercê de” forças selvagens. À medida que os humanos aprenderem a viver em harmonia com a terra e seus reinos naturais, as criaturas naturais alinhar-se-ão para estarem em harmonia e cooperação com todos os seus habitantes.

5. PRÁTICA CINCO: SERVIÇO AOS OUTROS - Ao amar a si mesmo firmemente e honrar o seu caminho, encontre métodos de estar a serviço dos outros, de maneira em que você não ultrapasse fronteiras pessoais de discernimento. Estar a serviço dos outros não inclui o modelo de consumo, como o software vitimizador-vítima, parasitismo ou vampirismo emocional. Estar a serviço dos outros não carrega a perspectiva do ego de título, expectativa ou apego. Pratique estar a serviço com amor incondicional e naturalmente fluindo no momento. A energia trocada entre os participantes que estão a serviço dos outros amplifica e expande o crescimento da consciência como nenhum outro método. Quanto mais você amplifica o campo de energia estando a serviço dos outros, mais alegria, harmonia e presentes você vai trazer para sua vida. Quanto mais serviço você dedicar ao plano de Deus -A Lei do Um- mais apoio espiritual e presença espiritual se pode compartilhar com God Force, que é a Força de Deus.

6. PRÁTICA SEIS: CONSCIÊNCIA DA EXPANSÃO - Aprenda a desenvolver clareza interior e integridade espiritual endo a intenção de desenvolver a consciência pessoal e/ou a identidade espiritual. Para que a identidade espiritual seja embodied, a mente tem que ser iniciada e disciplinada. Se o ego for a autoridade do corpo, ele vai repelir a identidade espiritual de ser embodied, ou seja, realizada no corpo. Se o corpo mental cria obstáculos à identidade espiritual, logo, a identidade espiritual (portanto a consciência) não será experimentada. O primeiro passo para a expansão da consciência é se tornar ciente do controle mental e da qualidade do conteúdo dos pensamentos e sistemas de crença. O segundo passo é cooperar com o processo de desconforto físico e mental, tendo-se paciência e esperando no vazio do silêncio. Aprenda a quietar a mente, sublime o ego e permaneça em quietude. Uma vez em quietude, e com disciplina mental e sublimação do ego alcançados, escute seu espírito interior para receber orientação. Orientação Interior sempre leva ao processo de reeducação para experimentar contínua expansão da consciência livre de medo, livre de dogma. O Cristos Interno sempre guia em direção à escolha de mais amor e paz através da expansão da consciência da sua identidade espiritual.

7. PRÁTICA SETE: CO-CRIAÇÃO RESPONSÁVEL - Ao se tornar mais fundido com o amor eterno da identidade espiritual, o blueprint inteligente ativa o propósito divino do ser como um co-criador com Deus. A identidade espiritual e o blueprint inteligente do propósito divino são um mas são a mesma coisa. Clareza de propósito e direção se tornam cada vez mais claros à medida que você se compromete a viver a serviço dos princípios de Todo-Um ou Espirito do Cristo. Saber e viver o nosso propósito traz alegria, paz e realização, mesmo quando se enfrenta adversidades ou desafios. Uma vez que alcançamos o “saber”, somos responsáveis por esse saber, e por praticar co-criação responsável com o Todo-Um. Um co-criador responsável sabe que todas as manifestações estão em parceria com o Todo-Um. Nós não possuímos ou controlamos nada, portanto necessidades, desejos, e superimpor a vontade devem ser evitados. Nós somos representantes do Espírito de Deus para Servir aos Outros em co-criação responsável com o Todo-Um. Com esse saber, e vivendo este princípio, nós somos eternamente livres de trocas cármicas.

Traduzido por Maria Alice de Mendonça

ABENÇOEMOS SEMPRE

Nunca estimular o mal onde o mal apareça, mas reconhecer que não adianta condenar-lhe as vítimas a pretexto de corrigi-las. 

Enumeremos algumas razões em apoio da afirmativa: 

Somos espíritos eternos atuando na sustentação do Universo e respondendo invariavelmente pelos próprios atos, em função do próprio aperfeiçoamento; 

A condenação não trará o mínimo proveito à pessoa em desequilíbrio cujos conflitos e necessidades da vida íntima claramente desconhecemos; 

Se um companheiro surge vinculado à delinqüência, a pancada verbal logrará unicamente aprofundar-lhe as chagas mentais da culpa; 

Desejam-se auxiliar alguém confessadamente em erro, apontar esse alguém ao escárnio ou à censura dos outros, será tão-somente agravar-lhe as dificuldades e humilhações; 

Maldizer é afastar e destruir, ao invés de unir e melhorar, acabando semelhante atitude por transformar-se no método infeliz de gerar obstáculos e deteriorar relações. 

Com estes enunciados, não aspiramos a dizer que se deve aprovar tudo ou tudo aceitar, quando observamos o engano tentando sobrepor-se à realidade. Importante, porém, considerar que, entre nós, os espíritos em evolução na coletividade terrestre, não encontramos ainda aqueles que se fizeram absolutos no bem, tanto quanto não surpreendemos aqueles outros que hajam descido ao absoluto no mal. 

Não existem criaturas nas quais não consigamos identificar o lado nobre, o ângulo mais claro, o tópico da esperança ou a boa parte. 

Em todas as formações do mal, valorizemos os germes do bem e prestigiemos os restos do bem onde estiverem, abençoando sempre todas as criaturas, a fim de que possamos ganhar a paz na guerra dos problemas de cada dia, de vez que condenar será sempre o melhor processo de perder.

Ditado pelo Espírito Emmanuel. Do livro 'Instrumentos do Tempo. Psicografia de Francisco Cândido Xavier.

Extraído de: https://espirito-de-cura.blogspot.com

segunda-feira, 21 de outubro de 2019

APARÊNCIAS

Não te percas na contemplação excessiva do plano exterior, aniquilando a gloriosa oportunidade de tua própria ascensão à Luz Divina. 

Aquele que passa na estrada, exibindo pesada bagagem de ouro, provavelmente transporta um coração atormentado e infeliz. 

Muitas vezes, quem estende os braços, implorando a esmola fácil, traz consigo a revolta e a dureza íntima, sob o farrapo humilhante. 

Não raro, o jovem que provoca a inveja de muitos se dirige para destino doloroso, fazendo-se credor de nossa simpatia em preces de intercessão. 

Freqüentemente, aquele que te parece feliz, no círculo da prosperidade transitória, é um irmão desventurado, entre aflições morais que lhe constringem o Espírito. 

Não julgues o rico por impiedoso, nem o pobre por humilde. 

Não suponhas a Felicidade na beleza efêmera do corpo, nem admitas a virtude incorruptível onde se encontre a felicidade passageira. 

Às vezes, a santificação permanece com aquele que se afigura pecador e a maldade se resguarda no imo de quem se oculta na máscara da pobreza e da angústia, no jogo das aparências. 

Lembra-te de que a Força Divina sabe ver nas profundezas e, com o arado do tempo, tudo corrige, reajusta e eleva, sem necessidade de nossa apreciação individual. 

Aproveitemos o campo da boa luta para a sementeira do bem, porque não responderemos pelos outros e sim por nós mesmos, quando a ordem superior da vida nos conduzir a exame necessário. 

Não te prendas à sombra e, consciente de que receberemos, segundo as nossas próprias obras, procuremos, cada dia, a glória de servir, a fim de encontrarmos na imortalidade, fora das ilusões da carne, a Felicidade verdadeira e maior.

Ditado pelo Espírito Emmanuel. Do livro 'Instrumentos do Tempo'. Psicografia de Francisco Cândido Xavier.

Calunga - A honestidade para consigo mesmo (26/ 07/ 1996)

sábado, 19 de outubro de 2019

RESPOSTAS DA CONSTRUÇÃO


Não permita que a ansiedade lhe desgaste as forças, ante os problemas da vida. 

Numa simples construção, a serenidade e a disciplina nos fornecem diretrizes de atitude e proveito.

A pedra submeteu-se ao martelo e fez-se alicerce. 

A madeira agüentou o serrote e converteu-se em utilidade do piso ao teto. 

O barro suportou o fogo e ergueu-se em alvenaria. 

O minério passou pelo calor de tensão alta e produziu o aço que estrutura a segurança. 

O fio deixou-se prender e transformou-se em condutor de energia. 

Agentes diversos da natureza se conjugaram e compõem a lâmpada para o serviço da luz. 

Tudo na construção atende a planos de orientação e trabalho, obediência e equilíbrio. 

Observemos a lição e analisemos o que estamos fazendo de nós na edificação do Eterno Bem.

Ditado pelo Espírito André Luiz. Do livro 'Respostas da Vida'. Psicografia de Francisco Cândido Xavier.

Extraído de: https://espirito-de-cura.blogspot.com
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...