Seguidores

quarta-feira, 25 de abril de 2018

CUIDADO!



Cuidado!
 
Não são as armas mortíferas dos homens que te ameaçam, mas as armas sutis dos vícios que trazes camufladas no teu arsenal de imperfeições, na forma de ódio, orgulho, vaidade, egoísmo, sensualidade e ansiedades inúmeras que te assediam a alma irrequieta com as cores da sedução.

Cuidado!

Sempre que uma porta se abra aos teus desejos e ambições, precisas antes avaliar a conveniência de transpô-la. As facilidades funcionam por tentações das necessidades. E por trás de um quadro de incontida atração pode esconder-se uma víbora traiçoeira. Nem sempre o que convence os olhos deve convencer fatalmente o coração. Por isso Jesus aconselhou a porta estreita, “porque larga é a porta da perdição”, conforme consta das anotações no capítulo VII do Evangelho de Mateus.

Cuidado!

Examina-te as forças reais, para que as ilusões do caminho não te induzam a um salto além do que possam dar as tuas pernas. Vê melhor quem vê pelas lentes da realidade. Os óculos escuros da fantasia costumam confundir os olhos. O pior não é o mal que possam te fazer, mas o mal que tu possas causar a ti mesmo. Olha, portanto, para ti antes de olhar os outros.

Cuidado!

Os amigos não são os que se proclamam amigos, mas os que agem como amigos, mesmo contrariando-te com seus conselhos e pareceres justos. O amigo da festa, alegra-se com a festa; o amigo real perturba-se com a festa. Cultiva, pois, a amizade com Jesus e Ele te orientará para o bem e para a felicidade sem preço – tu e a tua família. Aproxima-te dos bons e serás um entre eles, diz uma antiga máxima da filosofia popular.

Cuidado!

Vê quais os convidados para a tua festa! A melhor festa é aquela que deixa a alegria nas almas, que perfuma os corações e irradia a verdadeira felicidade. Esta é a festa do Evangelho do Senhor que não deve faltar na tua casa, a única que produz paz e harmonia nos corações dos convidados. Sobram as festas dos vícios e das crises. Falta a festa do Reino, essa que reúne os convidados do Senhor.

Deocleciano

Pereira, Wanderley. Ditado pelo Espírito Deocleciano.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...