Seguidores

domingo, 26 de setembro de 2010

MENSAGEM DE MÃE MARIA DIA 2 DE AGOSTO DE 2010


Mensagem de Mãe Maria

Amados Filhos,

Que as bênçãos do amor tragam paz aos vossos corpos, mentes e corações.

Longo tem sido o caminho rumo ao novo tempo, ao novo mundo.

Atravessastes já grande parte do tortuoso percurso que, passo a passo, vos permitiu emergir da ilusão para a verdade.

Todavia, para muitos de vós a verdade tem se revelado assustadora, difícil de ser encarada, difícil de ser vivenciada, difícil de ser ancorada em um mundo que ainda está longe de refletir essa virtude do Pai Criador.

É preciso, contudo, superar vosso medo de expressar a verdade frente a um mundo onde a mentira impera quase soberana.

É a vossa verdade – somada a de tantos irmãos que como vós chegaram a este nível de percepção – que será o farol para que outros – que ainda se acham mergulhados na escuridão que permeia o mundo ilusório – encontrem o caminho da luz.

O medo nada mais é do que a ausência de luz, e no mundo da verdade – onde a luz impera soberana - só existe paz.

Buscai, pois reencontrar a paz em vossos corações. Ela é a força que hoje, neste tempo, impulsiona os Filhos da Luz para a conclusão da trajetória de autotransformação a que estiveram sujeitos por suas próprias escolhas, para tornar possível a implantação na Mãe Terra de um novo ciclo, a era da Luz, onde a tônica é o amor e a liberdade.

Amor e liberdade são o que o novo tempo vos promete, amados!

Correi atrás dessa dádiva que a vida vos oferece concluindo essa longa viagem solitária pelos espaços escuros do mundo da ilusão, onde enxergar o verdadeiro caminho sempre foi um exercício de fé, fé que nem sempre foi suficiente em vós para evitar vossa paralisia frente aos desafios, e para dissolver vossas crenças limitadoras para que pudesses acreditar em vosso poder divino e, assim, seguir de encontro a luz.

Vossas crenças limitadoras sempre vos repetiam a cada desafio, a cada passo, que viestes ao mundo para sofrer, e esse era o preço a pagar para ser merecedor da felicidade que os céus poderiam vos ofertar em um futuro distante; foi essa repetição continuada que calou fundo em vosso ser substituindo a verdade de que viestes para ser feliz.

Eu vos asseguro que o céu, amados, sempre esteve ao vosso alcance, permeando vossos pés; o céu é esse planeta paraíso que habitais, e que o homem quase destruiu para atender seu desejo insano de poder.

Vivenciar esse céu, onde a regra é ser feliz, é vossa escolha, lembrai-vos desta verdade!

Porque é tão difícil a vós, humanos, acreditar em vosso poder de ser feliz?

Porque é tão difícil, a vós humanos, cultivar a fé e a determinação em manter vosso poder como instrumento norteador de vossas escolhas?

Porque é tão difícil ainda, a vós humanos, acreditar que sois filhos de Deus, todos vós, todos iguais, todos com os mesmos dons, todos com o mesmo propósito, todos com as mesmas oportunidades de atingir esse propósito maior?

Crer, amados, é preciso crer, urgentemente é preciso crer!

Sem a crença do que sois, em verdade e em espírito, impossível alcançar o mundo novo, o mundo do amor e da liberdade, o mundo onde o estado de ser é a paz infinita.

Parai, pois de alimentar o caos e a ilusão, e buscai mergulhar em vós na busca do reconhecimento de vossas crenças.

É hora de responder a pergunta:- Em que eu acredito? Quem eu sou?

É hora de vos questionar, profundamente, para que possam cair por terra todas às barreiras invisíveis que criastes ao longo da jornada, e que ainda vedam vosso acesso a vossa verdadeira essência, ao vosso verdadeiro “Eu Sou”.

Aceitai esse confronto com vós mesmos, para que vossa verdade não seja mais assustadora, mas sim a impulsionadora de vossa metamorfose final, para que a borboleta que sois saia finalmente do casulo e possa experenciar a beleza da vida e toda a perfeição que o Pai ofertou a sua Criação.

Criador e Criatura necessitam se unir novamente.

Esse é o tempo, esse é o propósito maior, e esse é o passo final que encerra o capítulo da vossa ascensão.

Bem amados, que vossas orações se intensifiquem e sejam direcionadas para alimentar vossos irmãos que famintos já não encontram forças para concluir o caminho que os leva a Redenção.

Bem amados, Eu vos deixo agora derramando sobre todos vós as minhas bênçãos, e envolvendo a todos no meu manto de proteção porque Eu Sou Maria, Vossa Mãe.

SP-02/08/2010 – Mensagem de Mãe Maria-21-2010 recebida por Jane M. Ribeiro.

http://br.groups.yahoo.com/group/maemaria/

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...