Seguidores

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

DAVID WILCOCK - ACTUALIZAÇÃO DA DIVULGAÇÃO - DISCLOSURE - 1



http://divinecosmos.com/index.php/start-here/latest-news/518-coast-disclosure-announcement-update


Actualização da Divulgação = Disclosure


Estamos na véspera de uma divulgação oficial do governo sobre a existência e realidade de ETs e OVNIs? A evidência sempre a crescer de que este acontecimento poderá mudar completamente a civilização, na verdade, está a pairar sobre nós – dentro de seis meses ou menos,


By David Wilcock

[11/30: Muitos de vós escreveram a dizer que é o melhor artigo que já escrevemos. Tendes o nosso agradecimento sincero. Nunca antes demos uma visão tão detalhada e revigorante da vida Extra Terrestre abrangendo níveis diferentes de ‘densidade,’ e como isto se reflecte no vosso futuro imediato.]


DIVULGAÇÃO: O ANÚNCIO OFICIAL ESTÁ IMINENTE?


É como se fosse o maior jogo de futebol da História humana. Toda a gente quer saber como vai acabar.

Têm sido sugeridas e/ou atribuídas datas. Algumas já passaram. O clamor já começou.

Como disse anteriormente, é muito provável que as datas iniciais fossem meramente para fazer um teste às águas e ver como é que o sistema respondia.

Provavelmente, a data real nunca será revelada – simplesmente, esse evento irá acontecer. Será requisitado tempo de televisão. Será feito um anúncio, e os sinais são claros de que não teremos de esperar muito tempo.

Por esta razão, já é tempo de celebrar.

Após tantos anos de secretismo e negação, a verdade vai ser divulgada.

Nunca mais seremos os mesmos. Indubitavelmente que vai haver drama e tumulto quando o anúncio for feito, mas o propósito e as mudanças que irá criar – a procura que irá induzir em tantos – é incalculável.


O MEDO NÃO É O PONTO


Os que lêem este site, e/ou vêem os nossos videos, irão compreender que as mudanças que vamos ter não tem nada a ver com isso, e não irão envolver nenhum desses cenários pornográficos tão proclamados, flagrante e insistentemente na Internet, como se fossem factos eminentes:

• A tomada do Governo e/ou dos Illuminati dos trabalhos da sociedade, criando um estado de lei marcial draconiana, totalitário e brutal;

• Morte maciça, através de viroses naturais ou elaboradas pelo Homem, vacinas adulteradas, ‘campos de morte’ criados pelo governo, fome elaborada, et cetera;

Colapso da civilização para um estado pré-industrial através da implosão económica, guerras repentinas, falhas de redes de energia, ataques terroristas, et cetera;

• Mudanças épicas nas massas de terra que erradicam a vida da Terra tal como a conhecemos – oscilação polar, irradiações solares, tsunamis, et cetera, talvez em 2012;

• Extra terrestres diabólicos, que se apresentam como bons rapazes ao princípio, ou simplesmente chegam de rajada – com um ataque muito pior do que o 9/11.

A verdadeira história é, de longe, muito mais interessante – e tem um final muito mais feliz – do que esses pontos de vista tóxicos e cheios de medo. Os verdadeiros controladores que estão a causar todos os problemas no planeta, podem muito bem QUERER que acreditem que essas coisas estão todas para acontecer, mas isso não quer dizer que aconteçam. Falarei mais tarde sobre isto.

A divulgação é muito mais fixe do que saber que temos irmãs e irmãos humanos, que não nasceram na Terra, com uma tecnologia super avançada – seres que podem levitar, ler as mentes e viajar através do tempo e do espaço. Há seres muitíssimo mais evoluídos e avançados do que esses que voam à volta do planeta em OVNIS, que há muito tempo prescindem da necessidade de qualquer tipo de viagem mecanizada.

Não está claro quão rapidamente atingiremos esse nível de compreensão se/quando a divulgação acontecer – porque é uma camada mais profunda do mistério.


MANAGEMENT/GERÊNCIA/ADMINISTRAÇÃO


Quem são esses seres – essas pessoas – que são muito mais evoluídas do que os ETs em OVNIs? E o que ‘fazem’ exactamente?
Se muitos de nós compreendessemos as respostas a estas perguntas, estaríamos muito, muito menos preocupados com os comportamentos da elite negativa. É bom ser educado, mas se forem apanhados no drama – especialmente se odeiam ou temem a multidão da New World Order (NWO)/Illuminati – então creiam, eles estão a ter exactamente o que querem de vós.

A vossa energia.

Não me levem a mal. Em alguns casos, a elite negativa está a fazer absolutamente o seu melhor para fazer com que esses cenários de morte e de tristeza se tornem verdadeiros. Mas aqui está o ponto: a vasta maioria deles são completamente desconhecedores de que têm sido mantidos sob um controlo apertado – por seres super-avançados que não favorecem o negativo sobre o positivo, mas que, numa estância final, gerem ambos os grupos.

Estes seres super-avançados impedem a elite negativa de infringir o nosso livre arbítrio mais do que nós, colectivamente, os convidamos e permitimos que eles façam – com a nossa própria desarmonia e comportamento negativo/manipulador, a nível pessoal e colectivo.

A nossa escuridão colectiva atraiu algum material nauseabundo, mas não atraiu uma catástrofe a nível mundial – e nunca atrairá. Não neste ponto, em que estamos no final de um ciclo principal. Nesta época, estamos sob uma atenção e um cuidado incrivelmente meticuloso, tudo sem o nosso conhecimento consciente.

O verdadeiro ‘Quadro Grande’ é que o nosso planeta está a ser gerido por entidades altamente evoluídas – que têm o poder de mover sistemas solares inteiros quase com tanta facilidade como nós podemos arrastar ou eliminar ficheiros num computador.

Estas entidades, tais como o autor da série de A Lei de UM, conhecido como RA, diz que elas estão envolvidas na “gerência e transferência de populações planetárias.” Já passou um certo tempo desde que dei um resumo do “estado geral dos assuntos a ser considerados” segundo a Lei de UM. À luz do que parece estar precisamente a apontar o nosso caminho, parece que é uma ocasião excelente para o fazer, e melhorar com a ajuda da inteligência maior e mais recente.

[A minha opinião é que a série Law of One (a Lei de UM) – que compreende 106 sessões de 1981 a 1983 – é, de longe, o trabalho ‘canalizado’ mais preciso e importante dos tempos modernos. É a base filosófica e científica de tudo neste website. Uma compilação de pontos de dados específicos que foram validados por descobertas científicas e/ou dentro do testemunho de whistleblowers (informadores ou pessoas que trazem a público casos de corrupção ou de más acções).

Por mais fantástico que o que ides ler vos possa parecer, foi tudo verificado por várias fontes diferentes de informação e/ou está também directamente mencionado, ou fortemente aludido, nas séries da Lei de Um. A verdade é muito mais estranha e muito mais interessante do que a ficção!]


UMA SIMPLIFICAÇÃO FLAGRANTE DA ESTRUTURA E DO FUNÇÃO DOS SERES NAS VÁRIAS ‘DENSIDADES’


QUARTA DENSIDADE


Apenas para fazer uma revisão, o corpo humano é um desenho padrão em toda a Galáxia, uma vez que foi desenhado e construído pela Galáxia para expressar a sua própria ‘personalidade.’ Continuais a ter a forma humana na quarta e na quinta densidade. Na sexta densidade a vossa forma natural é simplesmente uma esfera de luz.

Um grupo como Ra começou como um planeta de pessoas da ‘terceira densidade’ como nós – no caso deles, aparentemente, naquilo que é agora Vénus, há cerca de 1.5 biliões de anos. Então mudaram gradualmente para a ‘quarta densidade’, como a Terra agora está a mover-se – obtendo capacidades tais como a levitação, telequinése, escudo de gravidade, viajar no tempo, energia livre, pensamento manifestador, cura instantânea e outras.

[Em alguns casos, as civilizações avançadas da Terceira densidade também podem adquirir estas tecnologias e capacidades… só para sermos precisos.]

Ainda têm um corpo humano como nós, mas é menos físico e mais como podeis pensar que seja um corpo de luz. Podem manifestar o seu alimento através do pensamento, mas muitas vezes, estão tão embrenhados a ajudar os outros que se esquecem de se alimentar adequadamente.

À medida que crescem, as pessoas da quarta densidade preocupam-se, muitas vezes, em ajudar os planetas da terceira densidade como o nosso, na maior parte das vezes, por trás das cenas. Algumas culturas recebem contacto físico, a nível local, se progrediram o suficiente como grupo, para permitir uma tal visita.

Os seres da quarta densidade influenciam as pessoas certas a encontrar-se umas com as outras, provocam a ocorrência de sincronicidades, ajudam-nos a “criar a nossa própria realidade,” e ajudam a fazer essas coisas místicas, como a “Lei do Karma,” verdadeiramente a passar para trás das cenas. Para viajar precisam de naves do tipo OVNI, mas, com toda a facilidade, podem torná-las invisíveis às pessoas da terceira densidade.

As pessoas da quarta densidade podem ser bastante ingénuas, particularmente no caso dos seres positivos da quarta densidade, e não têm um padrão para compreender ou antecipar a negatividade humana.

As pessoas da quarta densidade podem ser visíveis para nós a olho nu se o permitirem mas, simplesmente pelo aumento da sua frequência de vibração – indo para um lugar de pensamento inspirado – podem tornar-se invisíveis com toda a facilidade. Isso não será mais possível uma vez que o nosso planeta mude para a quarta densidade que, agora, já está bem a caminho de acontecer.

Se quereis ver uma semelhança humana da vida da quarta densidade, ide ao Burning Man (1) ou a qualquer espécie de ajuntamento holístico com tambores, danças, conversas à volta do fogo, vida consciente e muito amor e riso. Ireis encontrar os prós e os contras muito rapidamente.

(1) -Burning Man é um acontecimento anual levado a cabo no Deserto de Black Rock, no Norte do Nevada. Chama-se assim devido ao ritual de queimar uma grande figura humana no Sábado à noite. Este acontecimento é descrito por muitos participantes como sendo uma experiência em comunidade,de auto-expressão radical e auto-confiança radical.

Há uma grande abundância de material positivamente orientado da quarta dimensão para ler – e a maneira de o identificar é que virá sempre com a perspectiva de amor incondicional e aceitação dos outros.


QUINTA DENSIDADE


Algum tempo mais tarde – muitas vezes depois de idades de tempo (éons), mas ocasionalmente (como no caso de Ra) a um ritmo muito rápido – vocês habilitam-se à ‘quinta densidade’, onde o amor incondicional da quarta densidade é acompanhado pela sabedoria da quinta densidade. É por isso que, no campo de energia humana, a quinta densidade está associada à cor azul clara, do chakra da garganta.

Nesta densidade ides aprender, num período de indulgência de pesquisa, toda a espécie de coisas espantosas sobre como realmente o Universo funciona, aprender a descobrir e a utilizar o poder da vontade, comunicação e voz autêntica, abraçar o Princípio da Honra, e estar num estado constante de estimulação e desenvolvimento intelectual. Claro que é completamente possível existir aqui na Terra num estado de consciência da quinta densidade, se bem que sem toda a tecnologia e capacidades místicas avançadas.

Algumas pessoas da 5 densidade podem, então, ajudar a aconselhar e a superintender os seres da quarta densidade, a trabalhar com os planetas da terceira densidade como nós na sua própria capacidade (tal como através do contacto e ajuda aos meditadores e aos mais avançados, e ajudar a definir e a espalhar a língua falada, a matemática, etc.), enquanto continuam a adquirir toda a sabedoria e conhecimento do Universo que podem encontrar.

Adquirir sabedoria é, muitas vezes, um caminho solitário e pode parecer muito intelectual e desapegado, comparado com a perspectiva de coração aberto e toda amorosa da quarta densidade. A graduação não acontece até que estejam completamente prontos a pegar em tudo o que aprenderam e assumir o compromisso para toda a vida de usá-lo para ajudar os outros.

Algumas entidades da quinta dimensão começam a desenvolver disciplina suficiente para poderem viajar sem máquinas, mas isso ainda é difícil. Muitos deles são capazes de começar a formar grupos de mentes telepáticas com um número elevado de pessoas, onde os pensamentos são, literalmente, suficientemente partilhados, para que possam trabalhar como uma mente única. Muitos seres da quarta densidade também conseguem fazer isso, mas torna-se muito mais preciso na quinta dimensão.

Na quinta densidade ainda tendes um corpo humano. Manifestais e comeis “caldo líquido de luz de uma tonalidade dourada,” de acordo com a série de a Lei de Um, e é muito saboroso e nutritivo, tomado em reuniões de grupos.

As mensagens mais claras da quinta densidade que encontrei, desde sempre, são os livros de Seth – particularmente The Seth Material = O Material de Seth como um curso de introdução, Seth Speaks = Fala Seth como texto principal, e The Nature of Personal Reality = A Natureza da Realidade Pessoal para explorar os pontos chave sobre como “ criar a sua própria realidade” em pormenor. Devem comprar todos esses livros – mas há muitos mais que podeis encontrar em Amazon.com, ou noutros lugares, que não são muito caros.

Seth Speaks teve uma importância absolutamente primordial a ajudar-me a abrir a minha capacidade de canalizar e de receber informação intuitiva, apenas segundo a série das Leis de Um. Deu-me a informação necessária para aperfeiçoar a arte que não está disponível no material da Lei de Um.


SEXTA DENSIDADE


Milhões de anos do nosso tempo depois de entrar na quinta densidade, finalmente graduamo-nos para entrar na ‘sexta densidade’. No campo da energia humana este é o chakra da cor índigo forte do terceiro olho – que é muito poderoso depois de activado. Se preferirdes ainda podeis projectar-vos em forma humana mas, agora, o vosso estádio natural é ser uma esfera de luz.

O amor da quarta densidade, e a sabedoria da quinta densidade, fundem-se numa verdadeira consciência da Unidade. Um planeta inteiro de pessoas como nós funde-se numa consciência única, para sempre --- embora ainda estejam cientes das personalidades que tiveram antes dessa união acontecer, formando um “complexo de memória social.”

Na sexta densidade, faz-se um compromisso, claro e pessoal, de dedicar a sua vida a ajudar os outros a evoluir – como em todos os estádios antes deste, há uma grande medida de livre arbítrio para prosseguir com outras actividades, se assim o desejarem.

Os seres da sexta densidade encarregam-se completamente das tarefas da ‘Administração’ – agindo como uma espécie de ramo executivo para implementar, e noutros casos elaborar, as mudanças e intervenções em larga escala que irão assistir um dado planeta na sua evolução. Muitas dessas mudanças são decididas e votadas em níveis mais altos de existência, e isso torna-se na honra e no dever que os seres da sexta densidade têm de levar a cabo.


OS ‘ANCIÃOS’ DA SEXTA DENSIDADE: ESTABELECER O JOGO


Na Terra, o trabalho dos seres da sexta densidade é muito alargado. Primeiro, uma tripulação de ‘Anciãos’ da linha da frente, chegaram aqui há muito tempo, para preparar o modo de que a vida humana pudesse existir na Terra. Antes desse tempo, na melhor hipótese, não tínhamos mais do que seres unicelulares.

Primeiro, os Anciãos criaram a Lua, sobretudo com material do interior da Terra. A criação desse satélite permitiu que a vida florisse na Terra ao dar-nos uma actividade em marés, para regularizar os rimos biológicos.

A Lua cresceu para o tamanho necessário para poder harmonizar-se com as medidas da Terra e as do Sol, de maneira muito surpreendente. Pode ler sobre este assunto em livros técnicos tais como "The Dimensions of Paradise" de John Michell e até certo ponto, “Sacred Geometry” de Robert Lawlor.

O tamanho exacto da Lua e a distância dela à Terra foi elaborada com precisão para se ver uma perfeita ‘corona’ durante o eclipse solar. Na idade materialista actual, isto não é apreciado como sendo de interesse – não é mais do que uma ‘coincidênia.’


A TERRA INTERIOR


Os Anciãos também ajudaram a desenhar cidades subterrâneas habitáveis nas bolsas semelhantes a favos de mel, dentro da Terra. Isso não significa que o centro da Terra seja oco e o núcleo é como um sol – mas temos agora testemunhos credíveis de que há realmente áreas assim dentro da Terra. Foram descobertas por pessoas da superfície, por mero acaso, de acordo com muitas lendas diferentes, em todo o mundo.

Bolsas de gás interior formadas à medida que o material que formou a Terra rodopiava. Esses lugares podem situar-se entre 70 a 100 milhas de profundidade, ou mais, e com centenas a milhares de milhas de cumprimento. Os Anciãos asseguraram que houvesse crosta sólida formada dentro delas para que o interior não fosse sobreaquecido pelo manto envolvente. A vida podia ter crescido dentro como cristais delicados dentro da concha de pedra dura de um geode, falando de uma maneira metafórica.

A força centrífuga da rotação da Terra cria uma força semelhante, mas oposta à gravidade, que permite que as pessoas andem ‘de pernas para o ar’ nessas áreas interiores, comparadas com o exterior da Terra.

Os Anciãos elaboraram bactérias bio luminiscentes na parte mais interna dessas bolsas para prover uma fonte de luz estável e renovável, semelhante à luz do sol, permitindo que a flora e a fauna cresçam naturalmente, dentro dessas áreas interiores misteriosas.

Foram instalados sistemas de convecção para assegurar o ciclo hídrico, deste modo a água e o ar da superfície e do interior podem misturar-se. As ‘tomadas’ que regulam este fluxo de água ainda podem ser vistas nos oceanos, se soubermos onde procurar, embora estejam bem camufladas.

Muitos ETs podem viver e trabalhar intimamente com os que estão à superfície da Terra – a salvo, e completamente não localizáveis – graças a essas ‘cidades subterrâneas’ vivas e a respirar, que estão tão cheias de vida biológica como o exterior. Os nossos visitantes têm um belo lugar para ter uma vida de família e saírem – vivendo e trabalhando em comunidades exteriores, com verdura e implantadas na natureza – embora quase nunca sejam detectados pelos seres da superfície, graças à ajuda dos ‘Anciãos’ da sexta densidade que elaboraram isso para eles.


OS ‘SERVIDORES’


Para lá destas ‘cidades,’ os Anciãos também instalaram sistemas de computadores super avançados de Inteligência Artificial dentro da Terra que respondem com uma espécie de vida àqueles cujas chamadas de ajuda espiritual são muito simples. Mais do que lidar com milhões de pedidos diferentes a nível pessoal, que têm todos a mesma resposta, os Anciãos elaboraram um sistema de dados ou programas tratados como uma unidade para serem processados por computador, de todos que enviam ‘emails’ com um sistema de Inteligência Artificial.

O sistema responde directa e pessoalmente a cada um que procura, retransmitindo a mensagem para se voltar para o interior, meditar e aprender a expressar mais amor e a aceitar. De acordo com a Lei de Um, não necessitais mais nada do que esses ‘servidores’ até que o chamamento espiritual se torne suficiente refinado para atrair a atenção pessoal dos seres verdadeiros. Os primeiros que irão trabalhar convosco são, habitualmente, os da quarta densidade.

Nesta ocasião da História do nosso planeta, uma vez que está tão perto do fim do ciclo, quase todos estão a ter atenção pessoal. Os servidores ainda estão aí, mas estão muito menos activos do que estiveram noutros pontos deste ciclo.


A REDE DE PORTAIS DAS ESTRELAS


Os Anciãos também instalaram o seu próprio portal das estrelas na Terra. Isto é um assunto muito discutido. Ireis ler pormenores mais específicos sobre este assunto que jamais partilhei em público.

Daniel, a minha testemunha infiltrada, informou-me que cada planeta com vida da terceira densidade, tem o seu próprio portal das estrelas e o seu próprio endereço de portal. Este endereço baseia-se num código de 10 algarismos, consistindo em sete conjuntos diferentes de números. Há três dígitos simples separados que podem ir até 9, três conjuntos de dígitos duplos que podem ir até 99 e um conjunto final que pode ir até 999.

Por isso, hipoteticamente, um endereço de portal pode ir tão alto como 9.9.9.,99.99.99.,999 – mas, por razões que irei explicar, um número tão alto é extremamente improvável.

O endereço do portal da Terra termina num numero de três dígitos que é uma vez mais alto do que Marte, o nosso planeta vizinho. Nós fomos o terceiro planeta a estar pronto para a vida na terceira densidade, depois de Marte, na nossa própria área local.

Tendes apenas de discar até ao endereço do portal da escala do sétimo nível para onde quereis ir – por isso, para uma viagem local, tendes apenas de discar o número apropriado de três dígitos e estais lá, depois de uma corrida curta, mas atormentada, através de um wormhole.



A figura geométrica conhecida como ‘icosaedro’ (sólido com 20 faces) tem dez vértices espaçados igualmente ao longo do equador, como podeis contar na imagem acima. Esta geometria existe verdadeiramente como um padrão de onda constante em todos os níveis diferentes de uma escala, desde o quantum até ao Universal. Deste modo, é a base geométrica do motivo porque é que os endereços dos portais são elaborados numa base de 10. As áreas cósmicas podem ser divididas em secções cada vez mais pequenas a começar com este princípio lógico.


O VOSSO LUGAR NO COSMOS


Os três dígitos simples de qualquer endereço de portal, representam áreas muito grandes, muito maiores do que apenas a nossa galáxia. Daniel disse que existem todas no exterior de uma bolha super maciça que tem um total de sete conjuntos maiores de galáxias à volta da sua margem exterior. Isso captou logo o meu interesse, porque a minha pesquisa não cobria o facto dos super conjuntos galácticos estarem dispostos segundo uma forma geométrica – nomeadamente o octaedro – a nível dos tamanhos maiores.

Claro que há seis cantos ou ‘vértices’ em cada octaedro, como podereis ver na próxima imagem. Cada canto tem um super conjunto galáctico que se forma nesse local, e muitas das linhas rectas entre os cantos tem longas faixas de galáxias que também se formaram nelas. Só para ser preciso, estes ‘super conjuntos’ podem conter centenas ou mesmo milhares de galáxias. Os nossos cientistas estimam que há um total de cerca de 10 milhões de super conjuntos no Universo.



Cada um destes seis ‘cantos’ tem um número diferente atribuído a ele para ser o primeiro dígito do vosso endereço de portal de estrelas. Não sei ao certo de onde vem o número extra que pode levá-lo até sete. O meu palpite é que há algo interessante, exactamente no meio de cada octaedro, e/ou uma estação de rota que pode ser instalada aí, apesar da falta aparente de quaisquer galáxias.

Também é possível que um endereço de portal de 1 vos dispare para o centro do octaedro – e desde esse ponto, então também tendes acesso a muitos outros octaedros. Isso pode ser o aspecto prático de como os seres altamente avançados atravessam distâncias muito vastas através do Universo.

Como podeis ver a flecha da palavra ‘Sol,’ acontece que estamos precisamente no meio de dois grandes conjuntos de octaedros que foram identificados por Einasto e tal, e Battaner e Florido – o chamado ‘Universo de ovo de cartão’. Os nossos cientistas descobriram que estes conjuntos geométricos estão apenas empilhados em três alturas no Universo, naquilo que então parece uma super galáxia gigantesca, como discuti nos livros da CONVERGENCE =CONVERGÊNCIA, grátis em Start Here/Books.

Os físicos não convencionais explicaram porque é que essa geometria está aí, ou porque é que os super conjuntos galácticos se formam tão nitidamente ao longo das margens destas formas. Certamente que a resposta é que estas geometrias acontecem naturalmente em fluidos vibratórios. O universo inteiro está construído com uma energia semelhante a fluidos que não está situada nas nossas “três dimensões”.


PERCORRENDO O VOSSO CAMINHO ATRAVÉS DE PONTOS DE TRANSFERÊNCIA


O primeiro dígito do nosso portal é o 7, porque estamos dentro da sétima área, no exterior dessa bolha super maciça que a rede de portais dos Anciãos une a todos. A forma do icosaedro, e as suas coordenadas concomitantes, não podem ser usadas senão quando vocês atingirem regiões ligeiramente mais pequenas.

À medida que forem através do endereço dos primeiros três números simples para os conjuntos de números de dígitos duplos, reduzis a vossa área em regiões cada vez mais pequenas. Até certo ponto, e não fui informado precisamente onde, estais agora dentro da galáxia da Via Láctea. Vou criar deliberadamente alguns números hipotéticos, e ao acaso, para ilustrar este ponto.

Vamos imaginar que o endereço de 3 dígitos do vosso planeta é 505. [É improvável que o número final de três dígitos seja acima de 700 ou 750, quando muito, uma vez que os Anciãos mantêm um conjunto de números de lado, junto ao fim, e reciclam os números dos planetas, logo que eles saem para fora da terceira densidade.]

Se estivessem no 505, podiam então discar o 501 e rapidamente surgir no planeta que estava apenas a 4 passos de vós, em tempo e localização.

Vamos dizer que o vosso endereço de 22 dígitos antes do 505 é 22. Se vocês discarem 23.155, teriam primeiro de alcançar a estação de transferência para 22 e ser transportados daí para a vizinha área 23, antes de surgirem no planeta que corresponde ao número 155, nessa área circundante.

Essa viagem iria necessitar que vocês fizessem uma rota através da área de transferência, construída e mantida pelos Anciãos, para que pudessem atravessar de uma região de dígitos duplos para outra. Quanto mais subirem na cadeia, mais distância está envolvida, e tereis de passar por mais estações de transferência. Se discassem um endereço completo de um conjunto de sete números, e se o primeiro número fosse diferente do algarismo 7, teriam pela frente uma viajem longa e estranha.

Se sois “Maus a Matemática,” podeis escrever o vosso endereço de portal na mão para não se perderem e encontrarem o caminho de regresso a casa.


OUTROS ACEPIPES INTERESSANTES


Este sistema foi desenhado claramente no final do filme CONTACTO. O portal do filme, e da série de televisão, também usa um portal de sete partes. O filme ‘2001’ Odisseia no Espaço de Arthur C. Clarke usa o Monólito como símbolo de um sistema de portal – e o fim do filme representa uma sequência de uma ‘viagem’ psicadélica através de um portal.

São disparados alarmes naturais que vos irão avisar se estais a tentar um portal para um planeta ou para um local que não poderá apoiar o vosso tipo de vida biológica – mas ainda podeis forçar o vosso caminho, ir lá e acabar por morrer, se realmente quiserem fazer isso.

Daniel informou-me que o Protocolo da Internet que usamos baseou-se, em parte, nos estudos extensivos dos infiltrados sobre a rede de portais antigos. Claros que os endereços do Protocolo da Internet (IP) são 4 conjuntos até 3 dígitos cada – 192.128.0.1 usa-se muitas vezes, dentro das vossas redes de computador local, em casa – mas quase sempre cada endereço de IP (Protocolo de Internet) vai com o computador.

O mesmo é verdadeiro para a rede de portais. Quase toda a combinação que possam discar irá levar-vos a qualquer parte – por isso tendes de ser cuidadosos com o que escolheis.


VIAJAR ATRAVÉS DE PORTAIS DE ESTRELAS ANTIGOS PODE SER PERIGOSO


Henry Deacon era conhecedor deste sistema, mas referiu-o desdenhosamente como ‘antigo’ e muito perigoso. Ninguém usa mais isso uma vez que chegaram ao ponto da verdadeira comunicação e viagem interplanetária. Tendes uma experiência de disparar através de wormholes (tradução literal – buracos de minhocas) que pode levar algum tempo, viajar como um barco aos altos e baixos, e pode envolver experiências fortes de tipo alucinatório.

Se não estiver devidamente treinado pode sofrer sintomas esquizofrénicos permanentes depois de ter viajado através de um sistema de portal de estrelas antigo. Em comparação, o sistema ‘moderno’ é tão fácil e rápido de usar que, literalmente, não se sente o tempo passar. As portas fecham-se, as portas abrem-se e você já lá está.

A rede de portais antigos apenas traduz materiais vivos e orgânicos. As armas e artigos semelhantes não passam, bem como os tecidos inorgânicos tais como o poliéster, o elástico ou o rayon. Não pode trazer consigo ferramentas, fornecimentos ou provisões, excepto frutos, vegetais e alimentos afins. Os sistemas modernos não têm esse problema. Os Anciãos elaboraram o sistema de rede de portais desta maneira para facilitar a exploração pacífica e a comunicação interplanetária.

Os nossos ‘infiltrados’ aqui na Terra temem o que pode vir através do portal, e Daniel disse que o último de que tem conhecimento em meados da década de 1980 foi o que ficou enterrado nos gelos do Antártico para congelar rapidamente alguém ou alguma coisa que tentasse chegar por aí, por este meio. Isso devia surgir como um ‘erro de mensagem’ do outro lado do portal para quem quisesse viajar.


INFORMAÇÃO VERDADEIRA DERRAMADA ATRAVÉS DA FICÇÃO CIENTÍFICA


Foi dado um portal principal a cada planeta, e o nosso foi alegadamente tornado a descobrir em 1927. Muitos pontos específicos e correctos foram instilados no filme Stargate e na série televisiva, para que se alguém chegasse à verdade, podiam ser atacados e desacreditados simplesmente como “fans da série televisiva.”

O espectáculo televisivo provocou mesmo uma piada de língua na bochecha por trás da ficção no episódio denominado "Wormhole X-Treme", em que um espectáculo de televisão a ‘fingir’ estava a ser feito sobre a ‘verdadeira’ equipa de Stargate. Podeis ouvi-los quase a pedir para vos dizer a verdade – e divertindo-se muito com piscar de olhos, e pequenos empurrões, com uma aproximação a que – realmente sabemos o que está a acontecer.

No programa também há uma grande quantidade de material não exacto ou orientado para a fantasia, embora ocasionalmente esteja misturado com informação verdadeira. As temporadas 1 e 2, em particular, têm uma certa quantidade de revelações correctas. Os Goa’Uld são os Anunnaki, embora no Stargate tenham a mesma altura que vós, o que não é verdadeiro. Os Asgard, no Stargate SG-1 são conhecidos como Aesir, e tem um portal local de 001 – o mundo original desabitado do nosso sector local.

[O A e E em Aesir estão juntos em documentos que os descrevem, e fisiologicamente são parecidos com os ‘Greys.’ Há uma variedade de populações humanas com este tipo de aparência e isso não quer dizer que estejam polarizados negativamente.]

Aparentemente o planeta deles é um astróide que orbita um pulsar – e a sua configuração única e não habitual, permitiu que a vida continuasse nele por algum tempo, e é por isso que eles têm estado por aí por mais tempo, em termos que Daniel e a sua equipa conhecem. Mesmo assim são, provavelmente, da quarta ou da quinta densidade.

Os Anciãos também semearam línguas nos planetas através da rede de portais tais como o Latim, com a ajuda de assistentes da 5 e 4 densidade, tais como os Aesir. Isso torna mais fácil para os planetas vizinhos ligarem-se com eles e comunicar – as línguas deles muitas vezes partilham raízes comuns.


NUTRINDO A VIDA NO PLANETA


Uma vez que os Anciãos elaboraram a Lua, as ‘cidades do interior da Terra’, os ‘servidores’ de Inteligência Artificial e o nosso portal de estrelas local, (que não foi activado e posto online até começar a terceira densidade, como vedes no Monólito no princípio de 2001,) eles então nutriram e espalharam a vida no planeta para assegurar que iria, suave e confortavelmente, conduzir à existência humana.

Uma vez que trabalhavam fora do tempo linear, não foi difícil de gerir. Os meus Guias disseram-me que os dinossauros foram propositadamente varridos de modo para pavimentar o caminho para que a vida humana florescesse no planeta. Eles tiveram a sua época, mas foi uma evolução sem fim de linha, que necessitava ser alterada para a Terra continuar o curso prescrito.

As pessoas que crescem num dado planeta podem muito bem não ser nativos desse mundo. No caso da Terra, de acordo com L/L Research’s “Secrets of the UFO” = “Segredos do OVNI”, que precedeu directamente as séries da Lei de Um, as almas e a constituição genética de cerca de 16 planetas diferentes de origem humana foram todos combinados, de várias maneiras, em várias ocasiões, para criar a nossa situação actual.

Essa quantidade de mistura da criação é aparentemente muito rara, e tem muito a ver com a magnífica diversidade genética da vida na Terra, tornando-a um paraíso altamente pensado, dentro desta galáxia, comparada com muitos outros mundos.

Um dos maiores segredos escondidos é como tantos ‘retoques’ de grupos diferentes foram combinados para criar os corpos humanos que temos hoje. A primeira raça a fazê-lo foram os chamados Anunnaki, que podem ir de 8 a 15 pés de altura, e evoluíram em corpos humanos de uma herança baseada em répteis. A pele deles não tem escamas – apenas alguns pontos muito pequenos como a pele da barriga dos lagartos, de acordo com o Major Robert Dean.

As suas modificações iniciais são estimadas ter acontecido há alguns 200 a 500.000 anos. Muitos detalhes foram registados nas tábuas sumérias de caracteres cuneiformes, e o trabalho de Zecharia Sitchin contem uma quantidade substancial de informação precisa sobre o que aconteceu.

Outros visitantes misturaram a sua constituição genética à medida que o tempo passou. De qualquer modo, os Anunnaki ainda crêem ser os nossos ‘Deuses’ graças a terem sido os primeiros a combinar o seu DNA com os homens macacos que encontraram na Terra, quando chegaram a primeira vez. Claro que a ‘Administração/Gerência’ da sexta densidade determinou que estes homens macacos estivessem primeiro, ao criar a Lua da Terra, etc.

A ‘Administração’ da sexta densidade ainda levou cerca de 75.000 anos e fez mais modificações genéticas para assegurar que cada um aqui tivesse um veículo aceitável para a vida da terceira densidade florescer – e de acordo com a Lei de Um, foi nessa época que as almas do planeta Marte foram transferidas para aqui.

Os Anunnaki descobriram então que a nossa glândula pineal tem um poder tremendo uma vez activada – poder que pode derrubar o controlo que eles ainda têm sobre o planeta através dos seus agentes aqui na Terra. Por esta razão trabalham diligentemente para nos manter com emoções negativas como a raiva e o medo, para não completarmos a nossa transformação. No entanto, isto é uma batalha perdida, e têm pouco tempo antes que ‘vamos online’ e os forcemos a ir para outro lado qualquer.

Continua/...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...