Seguidores

domingo, 10 de maio de 2009

ALMAS GÊMEAS




Um único espírito, que em determinado momento foi dividido por dois, para que pudessem evoluir individualmente e, mais tarde, depois de conquistarem o equilíbrio, unirem-se eternamente.

Seres de outro planeta, espíritos da mesma centelha que vêm para ajudar na evolução da sua Alma Gémea e de todos à sua volta e do próprio planeta em que ela está encarnada. Na Terra, elas têm dificuldade em permanecer juntas, porque na maior parte das vezes não estão na mesma sintonia pelo facto dos seus graus evolutivos serem diferentes.

------------------------------------------------------------------------------

Raríssimas são as almas gêmeas que encarnam no planeta ao mesmo tempo ou que estejam no mesmo grau evolutivo. Quando isto ocorre é porque elas têm uma missão especial de ancorar energia para uma Nova Era.

O Homem acresce o masculino na mulher e a mulher o feminino no homem, num equilíbrio perfeito (Yin/Yang).

Neste estágio eles se tornam UM a Serviço do Todo, Fonte Geradora Alfa e Ômega.

“As novas gerações da Terra, virão com o código genético alterado. Na verdade são 12 os filamentos no DNA e apenas 2 estão sendo utilizados. É como se os outros 10 estivessem adormecidos e agora começassem a ser ativados. A falha genética se instalou desde a 'queda do homem', ou a primeira raça Adâmica, dando origem à bipolaridade.”

“No futuro, seremos seres andróginos (seres que vivem unidos: homem-mulher), pois esta é uma característica dos seres evoluídos. A Raça Dourada, que será a próxima geração a habitar a Terra, trará em si os princípios Alfa e Ômega equilibrados e integrados.

Quando é necessário que uma missão cósmica se realize, a fonte libera “bolhas de Luz”. São almas completas: 50% femininas ou Alfa e 50% masculinas ou Ômega.

Houve uma época em que essas essências resolveram experienciar a tridimensionalidade, então as “bolhas de Luz” foram enviadas para a Terra e o véu do esquecimento desceu sobre elas, que se esqueceram de quem realmente eram… Ao chegarem à Terra esses seres de Luz eram andróginos até à 'queda do homem’ que bipolarizou estas consciências.

Adão, na verdade era um protótipo: Adan Kadmon ou Raça Adâmica, que foi utilizado para que seres de outros sistemas pudessem povoar a Terra. Essa bipolaridade foi necessária para a evolução, possibilitando maior percepção dos sentidos e para experimentar sentimentos que não conheciam, próprios da terceira dimensão tais como: paixão, ciúme, dor, solidão, ódio, ambição, etc. Para isto, pagaram um preço: o esquecimento de suas origens cósmicas.

Cada uma dessas “bolhas de Luz” se subdividiu em mais onze, totalizando doze que também se subdividiram em duas cada uma: macho e fêmea. Esta “bolha” maior é a Mônada. Assim, cada uma tem 24 subdivisões: 12 machos e 12 fêmeas. Cada casal que se separou forma almas gémeas e os correlatos são as chamas gêmeas.

O caminho para esses seres parecerá mais solitário, mas, portadores de uma activação consciencional maior, saberão optar, encontrando seus pares pela vibração, afinal, só os iguais se reconhecem… Cada célula de seus corpos possui seu Sol Central que é a energia de Cristo.

Seu grande desafio é transmutar seus corpos carnais em matéria de Luz: a presença EU SOU. Ela é representada em seus corpos físicos e astrais como uma pirâmide de luz dourada no seu 9º chakra que fica acima de vossas cabeças. Sintonizem esta energia pois ela fará a ancoragem da vinda do Messias Coletivo. Contamos com vocês.

Fiquem em paz, TODOS SOMOS UM.
Lenira, membro do Comando Ashtar.

Canalizado por Vera Helena Tanze


Alma Gêmea
(Chico Xavier / Emmanuel)


Alma gêmea de minha alma
flor de luz de minha vida
sublime estrela caída
das belezas da amplidão.

Quando eu errava no mundo...
triste e só, no meu caminho,
chegaste, devagarinho ,
e encheste-me o coração.

Vinhas na benção das flores
da divina claridade ,
tecer-me a felicidade
em sorrisos de esplendor!

És meu tesouro infinito.
Juro-te eterna aliança
porque sou tua esperança,
como és todo meu amor !!

Alma gêmea de minha alma
se eu te perder algum dia...
serei tua eterna agonia,
da saudade nos seus véus...

Se um dia me abandonares
luz terna dos meus amores,
hei de esperar-te, entre as flores
da claridade dos céus.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...