Seguidores

quinta-feira, 14 de maio de 2009

FÉ E PERSEVERANÇA







Três rapazes suspiravam por encontrar o Senhor, a fim de fazer-lhe rogativas.

Depois de muitas orações, eis que, certa vez, no campo em que trabalhavam, apareceu-lhes o carro do Senhor, guiado pelos anjos.

Radiante de luz, o Divino Amigo desceu da carruagem e pôs-se a ouvi-los.

Os três ajoelharam-se em lágrimas de júbilo e o primeiro implorou a Jesus o favor da riqueza. 0 Mestre, bondoso, determinou que um dos anjos lhe entregasse enorme tesouro em moedas. 0 segundo suplicou a beleza perfeita e o Celeste Benfeitor mandou que um dos servidores lhe desse um milagroso ungüento a fim de que a formosura lhe brilhasse no rosto. 0 terceiro exclamou com fé:

- Senhor, eu não sei escolher... Dá-me o que for justo, segundo a tua vontade.

O Mestre sorriu e recomendou a um dos seus anjos lhe entregasse uma grande bolsa.

Em seguida, abençoou-os e partiu...

O moço que recebera a bolsa abriu-a, ansioso, mas, oh! desencanto!... Ela continha simplesmente uma enorme pedra.

Os companheiros riram-se dele, supondo-o ludibriado, mas o jovem afirmou a sua fé no Senhor, levou consigo a pedra e começou a desbastá-la, procurando, procurando...

Depois de algum tempo, chegou ao coração do bloco endurecido e encontrou aí um soberbo diamante. Com ele adquiriu grande fortuna e com a fortuna construiu uma casa onde os doentes pudessem encontrar refúgio e alivio, em nome do Senhor.

Vivia feliz, cuidando de seu trabalho, quando, um dia, dois enfermos bateram a porta. Não teve dificuldade em reconhecê-los. Eram os dois antigos colegas de oração, que se haviam enganado com o ouro e com a beleza, adquirindo apenas doença e cansaço, miséria e desilusão.

Abraçaram-se, chorando de alegria e, nesse instante, o Divino Mestre apareceu entre eles e falou:

- Bem-aventurados todos aqueles que sabem aproveitar as pedras da vida, porque a fé e a perseverança no bem são os dois grandes alicerces do Reino de Deus.



Xavier, Francisco Cândido. Da obra: Pai Nosso. Ditado pelo Espírito Meimei.

2 comentários:

  1. Só um pequeno ajuste: o Reino de Deus é o próprio Cristo - toda a Palavra Viva. O bem é vago. Cristo não. O bem pode ser fazer caridade, ajudar algum necessitado, dar acolhida e tratamento para algum doente, etc.

    O Reino de Deus, segundo o Evangelho de Jesus Cristo, é muito mais: é cumprir todo mandamento, estatuto e leis do Senhor.

    Deus proibe o contato com mortos, adivinhadores, cartomantes, quiromantes, etc. Assim, o espírita pode até ser muito caridoso e procurar fazer o bem, mas se mantém contato com espíritos está obedecendo a lei de Deus? Reflitam. Se desobedecem a Deus (inclusive pela falta de conhecimento Bíblico), amam a Deus? Não, enganam-se a si próprios, infelizmente.

    Pena que Francisco Xavier, um homem aparentemente tão bom que só queria fazer o bem, deixou-se desviar de Cristo por tantos espíritos que se dizem de luz. Prova que após tantos anos na Igreja Católica não lhe serviu para conhecer o Evangelho e buscar o Reino de Deus.

    Desejo que os que estão vivo busquem em primeiro lugar o Santo Evangelho para realmente conhecerem como buscar em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça.

    A sabedoria de Deus a todos. Amém.

    ResponderEliminar
  2. Assim,
    a FÉ EM CRISTO E A PERSEVERANÇA NO EVANGELHO (a PALAVRA VIVA - O PRÓPRIO CRISTO) É QUE VOS PERMITIRÃO A ENTRADA DO REINO DE DEUS.

    A fé tem de ser sempre em Deus - Jesus Cristo, não no bem que é vago, conceito amplo. Jesus é o bem? Sim. Todo bem procede de Deus? Sim. Toda pessoa que pratica o bem certamente está em Cristo? Não.

    Por exemplo:
    Imaginem um fornicador, que tenha relações sexuais com sua namorada, mas procura ter fé no bem e perseverar no bem, caso não mude para o Verdadeiro Caminho - fé e perseverança no Santo Evangelho: conseguirá o Reino de Deus? (Cabe esclarecer que Deus nos deixou escrito que fornicação separa os fornicadores do Pai e consequentemente do Reino Dele).

    A pessoa que pratica o bem, tem de conhecer a Verdade, a Cristo, o Santo Evangelho. Conhecer e POR EM PRÁTICA.

    Isso que gostaria de alertá-los.

    "Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará".

    O bem está incluso no Evangelho. O Evangelho é a Palavra Viva. Cristo é a Palavra Viva. Cristo é a Verdade. A Verdade vos libertará se a conhecerdes. Ao conhecer do fundo do coração a VERDADE, a pessoa automaticamente a pratica.

    Praticar o bem é parte do Evangelho, não todo. Assim, dizer que o alicerce do Reino de Deus é a prática e a fé no bem, seria negar o todo - o Santo Evangelho, a Palavra Viva, o SENHOR JESUS CRISTO.

    Se não conhecem Cristo que é a Palavra Viva, o Verbo Encarnado e só praticam o bem que acham que devem praticar, desconhecem a Cristo.

    Busquem conhecer primeiro Cristo, o que Deus quer, perseverem em tudo que agrada a Deus e entrarão no Reino de Deus.

    Deus quer mudanças, filhos santos - Sede Santo porque EU SOU SANTO, diz o Senhor.

    Fazer o bem, perseverar no bem, mas continuar nos seus próprios desígnios são atitudes que deveriam saber que não agradam o SENHOR DEUS. Assim, percebam que esse ?espírito? que orientou Chico Xavier não falou a Palavra Viva ou não o deu o esclarecimento devido. Apenas, talvez, tenha passado a Xavier - conforto, já que ele era um homem que praticava
    o bem. Assim, como acontece com muitas pessoas que praticam o bem (que acham que é bem) - o sentimento de dever cumprido.

    Por causa desta prática do bem que acreditam ser o bem, creem que já estão com passagem marcada para o Reino de Deus. Enquanto isso, vão seguindo a vida e desconhecendo o que mais Deus quer de todos nós para que nos tornemos verdadeiramente galardeadores do Seu Reino.

    Sabedoria divina é o meu maior clamor a Deus por todos.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...