Seguidores

domingo, 3 de maio de 2009

BENS MATERIAIS: DESFRUTAR COM EQUILÍBRIO



"Não podeis servir a Deus e ao Dinheiro."

Não se pode servir a dois Senhores: "a Deus e ao Dinheiro". Se escolhermos o mundo (dinheiro), ficaremos sem o amor, mas se escolhermos o amor, com ele conquistaremos o mundo ( um mundo de Amor, Paz e Fraternidade). O Mundo está representado nos prazeres e bens materiais, perecíveis, temporários e ilusórios. O Amor está representado em Deus, nossa verdadeira essência, imutável e eterna.

Há medida que o Espírito avança em moralidade, vai adquirindo o conhecimento desta realidade e a pouco e pouco, de acordo com a sua vontade, vai-se desprendendo da matéria, visto que à medida que ele se purifica, a matéria lhe deixa de sofrer influência, porque vai subindo a sua vibração (ou grau de consciência), sentindo-se atraído para os Planos Superiores do Espírito e entrando em sintonia com Deus.

É tudo uma questão de tempo, ou seja, de Evolução. Não devemos dar ao dinheiro mais do que a importância que lhe é devida, pois nos mundos materiais ele ainda é necessário para viver. Somos depositários dos bens da Terra, Deus no-los emprestou e temos que os devolver. O dinheiro não é mau em si, o que é mau, é o mau uso que lhe é dado pela maior parte das criaturas que habitam no orbe, devido à sua ignorância ou não consciência de si.

A prova da Riqueza é uma das provas mais difíceis da Humanidade, pois é mais fácil ser resignado do que ser moderado!!!


Nota: Urge reflectir sobre a que deus se está a servir.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...