Seguidores

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Reportagem sobre a Conferência em Sedona, feita por um membro do nosso Grupo Family of Light 
 Beatrice Weir, Tradutora Romena


Os meus três dias a viver na 5D

Por onde posso começar e onde devo acabar este relato? Como posso exprimir por palavras da 3D o que experimentei na Conferência da 5D em Sedona?

Penso que devo começar pelos primeiros momentos de sexta-feira de manhã, quando esperava na bicha para entrar para a sala de Conferências. Nós, o público, começamos a abraçar-nos uns aos outros e a falar como amigos de longa data ou membros da mesma família reunidos à mesa no dia de Acção de Graças (Thanksgiving Day).

Claro que eramos amigos desencontrados há muito! Claro que reagimos espontaneamente quando nos vimos uns aos outros, porque fazemos todos parte da mesma Família de Almas, magnífica e amorosa! E o reconhecimento da alma continuou ao longo dos dias.

O primeiro dia trouxe-me uma incrível infusão de energia só por estar aí e estar na companhia de centenas de almas de irmãos e irmãs (participantes e conferencistas), como também com os representantes dos reinos Galácticos e Angélicos, que estavam presentes em número incrível, pelo que sentimos!

Muitas pessoas faziam perguntas ou exprimiam gratidão aos conferencistas, ou a quem os representava, bem como aos organizadores. E também houve muitas lágrimas, lágrimas de Alegria e de muito Amor de uns pelos outros, pelos Mestres Ascendidos e pelos Galácticos (também foi bom ver homens chorar, em oposição à crença da sociedade de que “os homens não choram” e permitir-lhes ser o que eles realmente são: Almas puras, amorosas, carinhosas e sensíveis!)

Uau! Que dia poderoso, este primeiro dia! Faz com que nos interroguemos sobre que mais pode ser dito e feito ou que se espera para o segundo dia? Ficou algo por dizer? Provavelmente não, segundo a perspectiva limitada da 3D, mas de acordo com a perspectiva da 5D, ainda há muito AMOR e ALEGRIA para partilhar.

Assim, depois de dormir 10 horas “como uma pedra” (tinha de recuperar de ter chegado à 01:00 h da manhã do dia anterior e de ter absorvido toda a energia do primeiro dia), estou de novo a cavalo (por assim dizer) para o segundo dia de descoberta das novas ligações perdidas pela alma e entrar, cada vez mais fundo, na Ascensão!

Fomos orvalhados por mais dádivas pelos conferencistas e reforçamos as nossas ligações.

Os abraços nunca pararam, a fila para os abraços durante os intervalos e o almoço tornaram-se parte da nossa agenda comum. Podíamos mesmo sentir os abraços invisíveis da nossa Família Galáctica e dos Reinos Angélicos, quando o ar se tornava mais quente na sala de conferências, porque o ar condicionado não estava a funcionar. Oh! Funcionou a tempo inteiro e chegou a 71º Fahrenheit, ou seja o que for em graus Celsius – riso).

E se ao fim do primeiro dia eu estava espantada com tudo e não podia pensar demasiado, ao fim do segundo dia surgiu-me isto: Como é que posso levá-los a todos (e realmente quero significar TODOS) para casa e viver feliz para sempre? A resposta foi quase instantânea: Só na 3D é que sentes necessidade de levar alguma coisa ou alguém contigo, na 5D, tudo e todos, estão sempre contigo no continuum!!!

Por esta razão, decidi não ser apanhada pelo drama e pela tristeza desta conferência terminar em breve, mas de permanecer no AGORA e mantê-los todos aí, desfrutar cada pedacinho dela, sem me interrogar e sem me preocupar o que é que o amanhã, ou o depois de amanhã, traria.

Terminamos o dia juntando as mãos, cantando e rindo juntos, estando num dos vortexes de energia com os nossos Irmãos e Irmãs Galácticos que estavam a piscar os olhos para nós nas naves de luz da cor do arco-íris J

Chega o dia três e arrebata-nos com a tempestade de informação pormenorizada (sempre mais!), Amor e Riso de todos os lados. E claro, mais abraços e lágrimas de alegria!

Criamos o nosso próprio furacão de Luz e de *Energia Omnipresente e Vibrante (AMOR), que irá varrer o mundo do Oriente até ao Ocidente e de Norte até ao Sul, assim o furacão Sandy terá de inclinar-se e sair do nosso caminho. Então adeus Sandy, bem vindo o AMOR!!!

Como nota final acrescento: O que esta Conferência me ajudou a recordar é que somos seres humanos limitados apenas quando vivemos da mente, mas quando decidimos viver do coração, compreendemos que somos seres espirituais infinitos e ilimitados. Para usar um exemplo pessoal, a minha mente diz-me que não sou uma escritora e nunca tentei exprimir-me através da escrita. O meu coração diz que sou tudo o que quiser, incluindo mesmo ser escritora. (Apesar de tudo escrevi isto, não é verdade?)

Agora, estou pronta e preparada para a Ascensão. Vamos fazê-la acontecer!

Vejo-vos no outro lado!

Beatrice Weir
Family of Light Translators
(Tradutora Romena)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...